Rocket Comunicação

O mundo do marketing passou por uma verdadeira revolução nos últimos anos. Se, no passado, tínhamos apenas as chamadas “mídias tradicionais”, como TV, jornais, revistas e rádios, hoje, já contamos de forma bem estabelecida com as mídias digitais – Google e redes sociais, por exemplo.

Essa mudança representou muito para os profissionais de marketing, uma vez que as mídias tradicionais, também chamadas de mídia de massa, não conseguem entregar dados palpáveis. Pelo contrário, elas entregam apenas números de alcance, audiência, o que torna difícil mensurar o resultado obtido com o investimento.

Com o advento das mídias digitais, mensurar resultados dos investimentos tornou-se possível. E é isso que chamamos de mídia de performance: aquela que entrega uma mensuração precisa, que mostra o caminho do usuário até seu anúncio e o resultado obtido a partir dele.

É por meio da mídia de performance que o anunciante consegue mensurar, por exemplo, o quanto o anúncio foi eficiente para gerar vendas ou leads – que é quando o consumidor é impactado e engajado pela comunicação e torna-se um potencial comprador daquele produto ou serviço.

Acertando o target

Além de ser uma aliada na hora de mensurar os resultados obtidos por uma campanha, a mídia de performance, quando desenvolvida a partir de uma estratégia certeira, leva a empresa direto ao seu público-alvo. Isso acontece, sobretudo, nos anúncios sociais em redes como Facebook e Instagram, que permitem ao anunciante segmentar sua comunicação e fazer investimentos equilibrados, garantindo que a mensagem chegue ao público correto, na rede e nos momentos certos.

Ao analisar o andamento de tal comunicação, o marketing digital e de performance permite ainda a correção de rotas e a readequação do conteúdo ou da segmentação, sempre de olho na conversão de leads – algo que não é possível de ser feito nas mídias de massa, que, embora tenham um grande alcance, como no caso da TV, são mais engessadas e não mostram as interações em tempo real.

Como configurar uma campanha de forma eficiente

Como vimos, o marketing de performance se dá no ambiente digital e dentro da categoria de anúncios pagos, que podem se dar em redes sociais ou a partir do Google Ads.

No caso específico do Ads, também é possível criar segmentação do anúncio e utilizar estratégias de SEO. No ambiente do Google, essa segmentação se dá a partir da definição inicial de como serão os lances da sua campanha, ou seja, se o orçamento disponível será utilizado para a quantidade de vezes em que a comunicação for visualizada ou pelo volume de cliques recebidos.

Isso deve ser definido porque a mídia do Google não existe a um custo fixo cobrado por um pacote de inserções, mas sim em relação à sua performance. Ou seja, a cada vez que sua propaganda é vista ou clicada, ela terá um custo. E é aí que a segmentação é essencial, pois queremos que o investimento seja certeiro e que a cada custo debitado haja um retorno, certo?

Em resumo, a mídia de performance, quando bem planejada, trará resultados muito positivos para o anunciante, que conseguirá, em primeiro lugar, segmentar sua comunicação e aumentar as chances de sucesso e, por fim, mensurar o resultado obtido de forma prática e rápida, podendo reavaliar os investimentos, caso necessário.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

Designerpart Designagentur
Designerpart Designagentur
Designerpart Designagentur
Designerpart Designagentur
Designerpart Designagentur
Designerpart Designagentur